Visita a Foz do Iguaçu: 4 dias bem explorados!

“MEU CÁLICE TRANSBORDA PORQUE A RIQUEZA É ABUNDANTE COMO AS CATARATAS DE IGUAÇU” (Blog: “Mais de Mil Frases de Efeito”)

Nessas férias de julho, decidi fazer uma visita a um dos destinos turísticos mais badalados do país: Foz do Iguaçu. Trata-se do segundo local mais visitado por estrangeiros no Brasil e, na minha opinião, um dos locais do território nacional que mais oferecem opções diversificadas de pontos turísticos a serem visitados, fazendo de uma visita a Foz do Iguaçu uma experiência única em termos de viagem.

Em minhas viagens, sempre procuro explorar ao máximo a vida cotidiana dos moradores locais e procuro sempre fazer uso do transporte público para facilitar essa interação. Porém, nessa viagem a Foz do Iguaçu, percebi que a locomoção via transporte público para aqueles que possuem poucos dias na cidade acaba provocando uma certa perda de tempo para acessar os pontos mais badalados e acabaria comprometendo também uma possível junção de 2 pontos de interesse num mesmo dia. Se o visitante possui

muitos dias disponíveis na cidade, pode fazer tudo com bastante calma… Mas, para se ver até mais que o principal, se o visitante for bastante dinâmico, em 4 dias é perfeitamente possível cumprir a agenda se o mesmo chegar já com todos os seus passeios agendados via alguma agência de turismo da cidade (tem muitas…rs). Sendo assim, me rendi aos serviços de uma agência que gostei muito e que tornou essa minha visita super dinâmica, que foi a Loumar Turismo. Vale a pena um contato com eles para agendar seus passeios com tranquilidade (a maioria deles pegando e retornando com o cliente para o hotel), aproveitar bem o tempo na cidade e visitar os pontos de interesse com praticidade e segurança (e por um preço que achei justo!).

Mas vamos ao que interessa (como organizei essa viagem): no primeiro dia, ao pousar às 9:30 hs no Aeroporto Internacional das Cataratas, utilizei o transfer agendado com a agência citada anteriormente e cheguei ao hotel CLH Suítes Foz do Iguaçu (EXCELENTE LOCALIZAÇÃO E CUSTO-BENEFÍCIO!).  Aguardei um pouco para realizar o check in (cheguei um pouco cedo) e, após devidamente instalado, iniciei os trabalhos fazendo o também agendado primeiro passeio para o Paraguai (digo primeiro porque fiz outro, que citarei mais à frente), entre as 13:20 hs e 16 hs. Foi a primeira atração dessa visita a Foz do Iguaçu: compras super em conta em Ciudad del Este, onde visitei os imperdíveis shoppings Del Este, China e Paris (bem próximos ente si e onde os produtos são mais confiáveis). Dali já voltei com algumas compras para começar a entupir minha mala de volta…rs.

ciudad del este

ciudad del este

ciudad del este

Nesse mesmo dia, em outra viagem agendada para as 17:30 hs e com retorno às 21:30 hs, fiz uma visita ao Duty Free Shop de Puerto Iguazu, na Argentina (detalhe: não foi preciso passar pela Aduana da Argentina). Confesso que não achei esse passeio muito interessante, uma vez que esse estabelecimento fica EXTREMAMENTE CHEIO DE GENTE e as filas para pagar os produtos (filas únicas) são insuportáveis. Achei o local interessante somente para tirar fotos, tanto dentro quanto fora do mesmo, já que o local é, de fato, uma atração de luzes e ostentação, com suas lojas de marcas famosas e caras…rs. Achei as compras no Paraguai muito mais interessantes, embora necessite ser mais criterioso para não levar produtos de qualidade ruim… Com isso, por volta das 22 hs já estava de volta ao hotel para o merecido descanso de um dia intenso de deslocamentos…

duty free shop

duty free shop

O segundo dia foi o mais puxado: às 8 hs saí do hotel (com retorno previsto para as 17 hs) na van em direção ao Parque das Aves, atração que fica ao lado do Parque Nacional do Iguaçu, onde fica a atração principal da viagem: As Cataratas do Iguaçu. A visita ao Parque das Aves dura em torno de 1,5 h. Lá, é possível ver uma grande diversidade de aves (como o próprio nome diz…rs.), com as quais pode-se obter fotos incríveis (inclusive entrando nas grandes gaiolas em que algumas delas se encontram). É um excelente “aperitivo” para o “prato principal” que é o parque ao lado…rs. Obs.: para aqueles que gostam de comprar os famosos souvenirs, a dica é comprar as lembrancinhas na loja do Parque das Aves, onde os preços são mais em conta. Dentro do Parque Nacional do Iguaçu, os preços são bem mais salgados…

parque das aves

parque das aves

parque das aves

Após as fotos com a aves, entrei no parque ao lado em direção às Cataratas. O passeio começa com os visitantes embarcando num ônibus em direção à chamada Trilha das Cataratas. De lá, ao desembarcar do ônibus, já é possível ver parte das Cataratas no início da trilha e, ao fazer o referido percurso, o visual vai ficando cada vez mais irresistível. No final da trilha, chega-se à famosa passarela que leva os visitantes a um ponto que fica bem no meio das Cataratas, onde pode-se tirar aquelas famosas fotos em que todos ficam hiper-encharcados… Quanto mais fotos tiramos, mais queremos tirar…rs. É uma experiência ÚNICA E INDESCRITÍVEL!!!

cataratas do iguaçu

cataratas do iguaçu

cataratas do iguaçu

cataratas do iguaçu

Ao final dessa visita a passarela, almocei no restaurante Porto Canoas, que fica à beira das Cataratas, dentro do parque, o qual também já estava agendado com a Loumar Turismo. Comida excelente, buffet livre, com a linda visão do Rio Iguaçu ao lado.

restaurante nas cataratas do iguaçu

Para finalizar o passeio, peguei o ônibus do parque (esse ônibus passa de 5 em 5 min) e fui para a estação que leva para fazer uma atividade radical: o MACUCO SAFARI, que é um passeio de lancha no Rio Iguaçu que possui duas opções: levar os visitantes para tirar fotos próximo às Cataratas ou para, além das fotos, tomar um banho nas águas das Cataratas, indo com a lancha para debaixo das quedas d´água. Escolhi a segunda opção e achei o máximo! Muito divertido e a experiência é ADRENALINA PURA!…rs.

macuco safari

macuco safari

macuco safari

ATENÇÃO: para fazer esse passeio, algumas recomendações: levar roupa extra para utilizar exclusivamente no passeio na lancha (bermuda, camiseta e chinelo) e guardar os pertences nos armários pagos que eles disponibilizam para os visitantes enquanto os mesmos fazem o passeio; caso queira filmar/tirar fotos, levar câmera à prova d´água ou que estejam devidamente protegidas do inevitáveis golpes de água (rs); e, por último, durante o passeio segurar FIRMEMENTE sua câmera, pois se esta cair no rio, já era…rs.

Após o MACUCO SAFARI, retornei às 17 hs para o hotel pois, às 18:30 hs, já tinha outro passeio (com retorno previsto para 0:30 hs) agendado com as seguintes atrações (tudo incluído): uma degustação de frios e alfajores numa loja artesanal no centro de Puerto Iguazu, na Argentina, seguida de um jantar no restaurante Mua Resto (com degustação de vinhos e show de tango) e, para finalizar, uma visita ao Ice Bar Puerto Iguazu, um bar de gelo muito bacana, com degustação de bebidas liberada durante meia hora (para quem conseguir ficar dentro dele esse tempo todo…rs. E vale frisar que esse bar oferece gratuitamente as roupas específicas para permanecer dentro desse ambiente☃). Foi um primeiro passeio para a Argentina muito bacana (digo primeiro porque teve um segundo passeio para lá que falarei mais à frente. A ida ao Duty Free Shop não caracteriza a real entrada em território argentino, pois o mesmo fica antes da Aduana). Mas já vou alertando: como dessa vez tivemos que passar pela Aduana da Argentina (tanto na ida quanto na volta), o tempo que se perde na imigração é de +- 1 h (o que é um momento um pouco chato…) sendo um pouco mais rápido no retorno ao Brasil. Mas nada que tire o encanto do passeio, que é bem legal e diversificado…

restaurante mua resto em puerto iguazu

ice bar em puerto iguzu

Para o terceiro dia, saindo do hotel às 8 hs com retorno programado para as 12 hs, uma nova ida à Ciudad del Este, no Paraguai. Após atravessar a Ponte da Amizade, além de aproveitar novamente para fazer a merecidas e imperdíveis compras, fiz também a parte turística da cidade e visitei alguns de seus pontos de interesse, nessa ordem e tudo caminhando: Catedral de San Blás -> Mesquita de Ciudad del Este -> Palacio de Justicia -> Estadio 3 de Febrero. Todo esse percurso pode ser feito em menos de 1 h e ainda incluir o Lago de La Republica, que tem uma paisagem bem bonita e é também um dos pontos turísticos da cidade.

estadio 3 de febrero

catedral san blas

palacio de justicia

mesquita de ciudad del este

Após esse último passeio ao Paraguai e um breve descanso no hotel, às 15 hs saí (com retorno previsto para as 18:30 hs) para outro ponto imperdível de uma visita a Foz do Iguaçu: uma visita à Usina Hidrelétrica de Itaipu Binacional, com direito à visita interna (passeio completo). Um passeio interessantíssimo, que mostra a história, a beleza e a importância dessa usina tanto para o Brasil quanto para o Paraguai. Um passeio bem cult…rs.

usina de itaipu

usina de itaipu

usina de itaipu

usina de itaipu

Após esse passeio, onde voltei cedo para o hotel (por volta das 19 hs), descansei um pouco para, mais tarde, curtir um pouco da night da cidade. Para isso, escolhi o famoso Capitão Bar, que é um estabelecimento super aconchegante, com bastante gente bonita, cerveja gelada e petiscos de qualidade. Telões para todos os lados mostrando clipes musicais e eventos esportivos e música ao vivo são marcas registradas desse excelente bar no centro de Foz do Iguaçu. Vale a pena a visita…

night em foz do iguaçu capitão bar

O último dia dessa visita a Foz do Iguaçu foi o mais light: o dia começou às 9 hs da manhã com um City Tour oferecido pela Loumar Turismo pela cidade de Foz do Iguaçu (com retorno previsto para as 12 hs). Esse passeio (e o próximo que citarei) foi um dos únicos que a agência não me buscou no hotel, pois tinha um ponto de encontro específico na cidade para fazê-lo. Porém, esse ponto era a menos de 3 min caminhando do meu hotel…rs.😎

Nesse City Tour, os pontos contemplados foram, nessa ordem: Templo Budista de Foz do Iguaçu -> Mesquita de Foz do Iguaçu -> Marco das Três Fronteiras. Achei o passeio super interessante, pois mostrou pontos da cidade que não são tão badalados quanto os visitados anteriormente mas que são tão interessantes quanto… Lugares simplesmente imperdíveis para se fazer os indispensáveis registros fotográficos…

templo budista

mesquita de foz do iguaçu

mesquita de foz do iguaçu

marco das três fronteiras

marco das 3 fronteiras

E, nesse último dia, ainda fiz outro City Tour: um passeio por Puerto Iguazu (com saída do mesmo local do City Tour anterior), agendado para as 16 hs e com retorno previsto para as 22 hs, onde os pontos contemplados foram, nessa ordem: Parque La Aripuca -> Marco da Três Fronteiras da Argentina -> Esquina das 7 bocas. De todos esses pontos, confesso que só não achei legal o Parque La Aripuca: muito pequeno, praticamente não tem o que visitar ali, e acaba sendo somente mais um ponto com lojinhas de souvenirs para se gastar dinheiro. Atrativos quase inexistentes… Mas os outros pontos valem super a pena: o Marco das 3 fronteiras argentino possui entrada franca e a esquina das 7 bocas no centro de Puerto Iguazu possui muitas opções de restaurante para repor as energias (seja com refeições envolvendo o famoso bife de chorizo ou petiscos como as igualmente famosas empanadas argentinas) e de lojas para fazer as últimas comprinhas da viagem…rs.

la aripuca

marco das 3 fronteiras argentino

night em puerto iguazu

Com esse último passeio, finalizei minha visita a Foz do Iguaçu com a sensação de missão cumprida (frisando: com significativa ajuda da agência Loumar Turismo) . O destino foi bem explorado e considerei minhas forças repostas para voltar no dia seguinte (com transfer até o aeroporto também incluído no roteiro oferecido pela agência) à velha rotina no Rio de Janeiro… E, claro, já pensando no próximo destino… 😀✈


Booking.com

The following two tabs change content below.
Luiz Carahu é professor, carioca, e apaixonado pela arte de conhecer lugares novos. Sempre que é possível, dá uma escapada para dar uma monitorada no mundo e ver se está tudo em ordem pelo planeta Terra...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *